SAÚDE DA MULHER

Numa abordagem relativa à saúde da mulher é imprescindível falar das suas especificidades que estão sobretudo relacionadas com a saúde sexual e reprodutiva.

No plano internacional, os direitos sexuais e reprodutivos só foram consagrados, em 1995, com a Declaração e Plataforma de Acção de Pequim, adoptada pela IV Conferência Mundial sobre a Mulher, da ONU.

Esta consagração permitiu considerar a saúde sexual e reprodutiva como um barómetro do desenvolvimento humano com impacto no indivíduo, na família e na sociedade como um todo. O efectivo acesso das mulheres a estes direitos exige uma resposta integral nos cuidados de saúde, quanto ao planeamento familiar, ao acompanhamento na gravidez, o parto e pós‐parto, na gravidez de risco e prematuridade, ao recém‐nascido e às doenças sexualmente transmissíveis.

A  efectivação  dos  direitos  das  mulheres,  na  lei  e  na  vida,  exige  que  todas  tenham acesso  à  saúde.  Uma  exigência  que  só  pode  ser  cumprida  pelo  Serviço  Nacional  de Saúde  (SNS).

30 de outubro – Dia Nacional de luta contra o cancro da mama

NÃO HÁ DESCULPA! EXIGIMOS MEDIDAS QUE REFORCEM O SNS, A PREVENÇÃO E COMBATE AO CANCRO DA MAMA A prevenção é importantíssima no combate ao cancro da mama e à taxa de sobrevivência, constituindo um direito que o SNS tem de dar resposta, através de um maior investimento para a adequação às necessidades dos recursos humanos,

Por um SNS universal, geral e gratuito para servir a população de Lisboa

Realizou-se, no passado dia 18 de Fevereiro, uma reunião entre a Plataforma Lisboa em Defesa do SNS (que o MDM integra) e o Grupo Municipal de Lisboa do Partido Ecologista Os Verdes, a pedido deste Grupo, para uma análise conjunta sobre os principais problemas e preocupações, em tempos de pandemia, na capacidade de resposta do

Interrupção Voluntária da Gravidez – 14 anos após a conquista do direito a optar

Assinalam-se, hoje, 14 anos da aprovação através de um Referendo, da Interrupção Voluntária da Gravidez – IVG. Desde então, os profissionais de saúde têm trabalhado com entusiasmo para garantir a abertura e funcionamento regular de consultas no Serviço Nacional de Saúde – SNS para, após décadas de luta, garantir esse direito. Esta importante decisão, teve

wb_gestaosaúde da mulher