EM MOVIMENTO

Iniciativa na Marinha Grande – Meninos que não foram crianças – Filhos de Clandestinos

Este ano assinalam-se 86 anos da revolta dos operário vidreiros, ocorrida a 18 de Janeiro de 1934, na Marinha Grande.

A revolta de 18 de janeiro de 1934 foi um importante acontecimento de resistência e oposição ao regime fascista, pela exigência de melhoria das condições de vida dos vidreiros.

O MDM realizou uma iniciativa conjunta com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Vidreira, CGTP-IN, no passado dia 28 de Janeiro, com os alunos da Escola Secundária Engenheiro Acácio Calazans Duarte, no âmbito das comemorações do Movimento Operário de 18 Janeiro de 1934.

Uma conversa em torno do tema «Meninos que não foram crianças – Filhos de Clandestinos», levando até à Escola Secundária e à conversa com os(as) alunos(a), António Vilarigues, um filho de resistente antifascista.

Em representação do MDM, participou Fátima Amaral, membro da Direcção Nacional.

wb_gestao2Iniciativa na Marinha Grande – Meninos que não foram crianças – Filhos de Clandestinos

Related Posts