EM MOVIMENTO

MDM saúda Maria do Céu Guerra, pela distinção que merecidamente lhe é atribuída com o Prémio Vasco Graça Moura.

Parabéns Maria do Céu Guerra

O Movimento Democrático de Mulheres, MDM, saúda a Maria do Céu Guerra, pela distinção que merecidamente lhe é atribuída com o Prémio Vasco Graça Moura. Foi escolhida “por se ter destacado, ao longo da vida, numa prática de cidadania cultural, enquanto atriz, que levou à cena e por diferentes modos divulgou os grandes textos da literatura portuguesa e, nessa intervenção, que manteve em A Barraca como núcleo de irradiação cultural, formativo e vocacionado para a descoberta e criação de novos públicos”.

É a primeira mulher a receber este galardão.

Mulher de teatro, encenadora de grande projeção nacional e internacional, tem uma participação cívica e política comprometida e denodada. Assume sem medo a problemática feminina, luta pelos direitos das mulheres, pela sua afirmação e contra qualquer estigma de inferiorização social e moral que as oculte ou menorize, seja no campo artístico seja no campo social e político. Esse testemunho empenhado, temo-lo todos os dias, quando dá voz às mulheres poetisas da Palestina. A causa da Palestina move-a, de há muito, particularmente. Atualmente Presidente da Direção do MPPM, Maria do Céu mostra no palco da vida a sua coerência e perseverança na luta pela dignidade do povo palestino e da paz na Palestina e no Médio Oriente.

Atriz e encenadora, com ela entrou o discurso feminino no teatro, desde logo com “Um dia na capital do Império” onde é retratado o quotidiano das mulheres do Sec.XVI no Chiado, espelhando o espaço de dicotomia entre dois mundos – o masculino e o feminino. Falando dessa peça a atriz conta que sentia na pele como as mulheres que assistiam ao espetáculo se identificavam. Reitera quão importante é haver mulheres no teatro numa sociedade que responsabiliza a mulher pela casa e pelos filhos, mas reconhece que a vida de uma atriz é muito difícil. Partilhamos com a Maria do Céu essa constatação ainda realidade nos nossos dias.

Este galardão alimenta em todas nós a esperança de que a luta da Maria do Céu Guerra como atriz e como mulher cidadã da cultura e do mundo, não se perderá no tempo.

Bem haja Maria do Céu.

Direção Nacional do MDM

Lisboa, 7 de Janeiro de 2019

 

 

wb_gestao2MDM saúda Maria do Céu Guerra, pela distinção que merecidamente lhe é atribuída com o Prémio Vasco Graça Moura.