EM MOVIMENTO

Algarve prepara 10º Congresso

No último sábado, dia 14 o MDM – Movimento Democrático de Mulheres promoveu uma reunião alargada, com aderentes e convidadas, inserida nos trabalho de preparação do X Congresso do MDM que se irá realizar a 27 de Outubro em Setúbal. Estiveram presentes nesta reunião mais de duas dezenas de mulheres de diferentes áreas. Em nome do MDM estiveram presentes Sandra Benfica da Direcção Nacional, Leonor Agulhas e Maria Antónia Candeias, ambas do Conselho Nacional do MDM e responsáveis pelos núcleos do MDM em Faro e Lagos respectivamente.

No ano em que o MDM comemora o seu 50º aniversário, reconhecido pelo seu valor e empenho na defesa das causas das mulheres, estas reuniões que acontecem por todo o país, visam aprofundar o conhecimento das ambições e problemas sentidos pelas mulheres da sociedade portuguesa, e aqui em particular no Algarve.

Nesta reunião, que contou com várias convidadas, ficaram a conhecer-se com maior profundidade as condições das mulheres vitimas de violência domestica e sexual, com o testemunho da Prf. Drª. Filomena Rosa, da Associação de Protecção à Rapariga e à Família em Faro, questões das trabalhadoras do sector da Hotelaria, com horários rotativos, do sector da educação, para além da estagnação das carreiras, existem diferenças salariais entre o sector publico e privado, no sector da saúde, com as diferenças salariais existentes para profissionais a desempenharem as mesmas funções no sector publico, questões como a falta de uma rede de transportes públicos no Algarve que responda às necessidades dos trabalhadores desta região, ou as questões da falta acessibilidades aos cuidados de saúde a diversos níveis, sejam primários ou de especialidade. Questões das reformadas, das mães trabalhadoras que não conseguem respostas à problemática das creches, sendo insuficientes as instituições existentes e na sua maioria privadas, às questões de acesso à habitação nas localidades, sentida nomeadamente pelas professoras e médicas, mas também pelas estudantes universitárias, e muitos outros problemas.

O MDM, nomeadamente no Algarve tem sido uma voz reivindicativa de respostas concretas a muitos destes problemas. Não há duvida que pela sua história e reconhecida importância o MDM faz falta às mulheres do Algarve. E este encontro veio reafirmar mais uma vez a pertinência de se levar mais longe e a mais mulheres o trabalho desenvolvido pelo MDM

wb_gestao2Algarve prepara 10º Congresso

Related Posts